sexta-feira, 31 de julho de 2015

UMA NOVA PARCERIA PARA A SANTA CASA DE VALENÇA

CLIMEFISIO EM PARCERIA COM A SANTA CASA DE VALENÇA

SAÚDE-Em tempos de grave crise econômica, onde os recursos dos municípios é cada vez menor é maravilhoso ver gestos nobres como este da fisioterapeuta Cíntia Rosemberg ex-secretaria de saúde da cidade de Cairu, que agora vai se dedicar ao grande desafio de liderar a  equipe de profissionais do CLIMEFISIO.

Um serviço que visa atender de forma mais humana os pacientes do sistema único de saúde.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

JOGO DE PODER EM VALENÇA

HILDÉCIO MEIRELES-PMDB-DEPUTADO ESTADUAL DE OPOSIÇÃO AO LADO DE SEUS ALIADOS DURANTE A COMEMORAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA DA BAHIA
EDUARDO MONTEIRO-PRÉ CANDIDATO A PREFEITO DE VALENÇA
RICARDO MOURA-PMDB-PRÉ CANDIDATO A PREFEITO DE VALENÇA
CLAUDIO QUEIROZ-PP-PRÉ CANDIDATO A PREFEITO DE VALENÇA
FOTO-ASSESSORIA DO PARLAMENTAR ESTADUAL  
AS PEÇAS DO JOGO EM VALENÇA-Para muitos a disputa eleitoral ainda está longe, mas na verdade as articulações políticas em busca de uma candidatura plenamente competitiva para vencer a candidata governista Jucélia Nascimento, que está cada vez mais ganhando terreno dentro deste complicado jogo eleitoral.

O ARTICULADOR-Já está extremamente cristalino, que o grande chefe do PMDB no estado Gedel Veira Lima já começou a articular uma candidatura para governador em 2018.

Mas para que essa estratégia funcione é fundamental que a legenda se fortaleça, fincando sua bandeira no mapa político do estado.

ARTICULAÇÃO POLÍTICA NO BAIXO- SUL-Para essa importante missão de articulação regional Gedel, já escalou o deputado estadual Hildécio Meireles que obteve um expressiva votação na região e conquistou um capital político que o torna o grande articulador da legenda. 
O deputado sabe que se quiser ter um futuro político longo na legenda quem sabe ate na capital federal precisa dar tiros certeiros na disputa eleitoral, mostrando que ele tem o poder mágico de transferir seus votos para seus indicados.

Enquanto em Cairu ele tem uma vida extremamente tranquila em termos eleitorais, fazendo uma oposição aguerrida, que não tem vergonha alguma de lembrar de maneira extremamente saudosa de um passado não muito longínquo, onde a cidade era destaque no tradicional jornal A tarde como uma das melhores cidades em saúde pública.

Em Valença  o jogo é muito mais complicado, pois a diversidade de correntes políticas é um pouco mais ampla. 

O crescimento da popularidade da atual gestora, Jucélia Nascimento, que possui muito prestigio entre as figuras mais fortes do poder executivo estadual, mostra a necessidade de se construir um arco de alianças grande tornando-se cada vez mas clara. Não será surpresa alguma se este arco de alianças contar com o PT municipal, pois vale lembrar que o partido se declara como oposição, mesmo tendo alguns de seus membros  fazendo parte da gestão atual e alcançando grande exito como o secretário municipal da juventude Antonio Daniel

O parlamentar petista Adaílton Francisco, que tem a sua base eleitoral fincada na zona rural da cidade, tem se mostrado extremamente atuante em pautas fundamentais para a sociedade, como por exemplo habitação e agricultura. Mesmo estando apenas em seu primeiro mandato no parlamento já teve seu nome ventilado por diversos setores da impressa da cidade como um dos possíveis nomes para a composição de uma chapa oposicionista 

O parlamentar Jairo Batista-PMDB, já declarou por diversas vezes que será candidato a prefeito da cidade mesmo sem o apoio de sua legenda. Vale lembrar que na arte da política uma candidatura não se constrói apenas por um desejo pessoal e sim com uma articulação de forças, que não podem apenas ter capacidade eleitoral, mas também capacidade política. O parlamentar tentou emplacar uma CPI-Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar supostos desvios de recursos público no abastecimento de ambulância. Como suas denuncias não foram comprovadas ate o momento o parlamentar teve seu pedido arquivado e perdeu um pouco de sua credibilidade sendo apelidado por alguns com Jairo gasolina, tornando sua candidatura nascida de um desejo pessoal e não do clamor das ruas praticamente inviável.

EDUARDO MONTEIRO-No momento atual da política nacional clama por renovação e o nome de um advogado jovem, sem duvida alguma não pode ser descartado ele tem se aproximado muito do deputado e parece estar liderando essa corrida. Outro ponto que conta em favor de Eduardo é a sua pouca rejeição em relação a outros membros do bloco de oposição, a taxa de rejeição que ele possui não pode ser considerada exatamente uma rejeição, mas sim uma falta de conhecimento de certas faixas do eleitorado sob seu nome.

CLAUDIO QUEIROZ-PP-Apostou extremamente alto nesta candidatura, quando mesmo sendo da base governista estadual e escolheu apoiar um deputado de oposição deixando seu partido de lado, ele foi prefeito por apenas 2 anos.

RICARDO MOURA-PMDB-Faz parte de um partido que já está desgastado em termos estaduais e em toda corrida eleitoral é considerado um dos grandes favoritos sempre liderando pesquisa, mas não tem um desempenho consistente.

QUEM VAI GANHAR ESTE JOGO ?

segunda-feira, 27 de julho de 2015

SecultBA convoca proponentes para assinatura de novos TACs de projetos do Fundo de Cultura




SecultBA convoca proponentes para assinatura de novos TACs de projetos do Fundo de Cultura A Secretaria de Cultura do...
Posted by Baixo Sul em Alta on Terça, 21 de julho de 2015
BAIXO SUL EM ALTA  

HIDÉCIO MEIRELES ESTÁ COMEÇANDO A MOSTRAR SUA CARA

HILDÉCIO MEIRELES-PMDB-DEPUTADO ESTADUAL DE OPOSIÇÃO

Estou acompanhando atentamente o trabalho do parlamentar que representa essa região. 
Como em toda nova atividade o ex-prefeito de Cairu teve muitos dificuldades no começo de seus mandato.

Fazendo um discurso com um tom extremamente elevado contra a gestão estadual, evidentemente que isso é comum para um parlamentar oposicionista, mas o deputado cairuense que é muito inteligente já percebeu que não basta ficar apenas atirando pedras no chefe do poder executivo estadual e se tonar uma metralhadora giratória de acusações como fazem os tucanos na capital federal,  mas também é fundamental que ele cumpra aquilo que prometeu no mandato. Fazer uma oposição construtiva que não apenas ataque fazendo uma politicagem do século passado, mas também apontar caminhos e oportunidades para o estado. 

É fundamental que o parlamentar esteja presente em eventos de participação popular como mostrou este  grande jornal durante o abraçaço, sem duvida alguma uma grande prova do amadurecimento do espirito público regional ao ver a prefeita Jucélia Nascimento ao lado do parlamentar somando esforços em busca do bem público.

Uma outra grande batalha que o parlamentar vem se posicionando de maneira extremamente firme e correta é a grave questão do pacto federativo.


PACTO FEDERATIVO é um acordo firmado entre a união e os estados federados.Este acordo estabelece as funções, direitos e deveres da união e dos estados.E por ser uma união federativa, teoricamente, o governo deveria ser descentralizado, assim como a arrecadação tributária, deixando ao governo federal funções como a defesa nacional, emissão da moeda, e a política externa.

Sem duvida alguma essa não pode ser apenas uma batalha de um deputado, de um partido político ou de uma bancada mais sim de todos os brasileiros.


Cairu-Em quanto muitos acreditavam que o deputado iria se aproveitar da vergonhosa crise política que a cidade está passando para atacar o prefeito Fernando Brito, o parlamentar mostra maturidade política para continuar atento a tudo aquilo que acontece fazendo política com extrema maturidade sem ataques ou troca de farpas.



A MAIOR CRISE POLÍTICA DA HISTÓRIA DE CAIRU

FERNANDO BRITO-PMDB-PREFEITO DE CAIRU
Durante muito tempo não existiu uma oposição combativa, que fosse capaz de apresentar um projeto alternativo para a cidade e o chefe do poder executivo Fernando Brito que era muito elogiado, depois do seu rompimento com o atual deputado Hidécio Meireles. Podemos dizer que surgiu uma nova Cairu.

UMA NOVA CAIRU - Nesta nova cidade existe uma oposição, que se esforça ao extremo para mostrar que é verdadeiramente combativa, mas que ao mesmo tempo sabe apenas olhar para o retrovisor com uma visão muito saudosa de um passado não muito distante, acaba se esquecendo de apresentar um projeto alternativo que seja capaz de fazer a população acreditar em um futuro que possa verdadeiramente fazer o sol brilhar para todos, que sem duvida alguma não acredita mais neste governo que da sinais claros de que está cada vez mais desgovernado. Comandado por um gestor que prefere pensar em preservar seus direitos políticos, para quem sabe, disputar uma eleição do que nos empregos da população. 

Não estou aqui para defender algo que vai contra nossa legislação que é extremamente cristalina, quando se refere que só podem ser servidores públicos aqueles que são aprovados em concurso público, que devem ter seus nomes declarados no diário oficial e assumir seus postos de forma imediata. 


Mas em Cairu é tudo um pouco diferente essa mesma lei que exige que o poder executivo promova concurso público, também permite que esse mesmo concurso seja realizado apenas para regular o vinculo empregatício destes servidores que já estavam na ativa durante a gestão atual, mas o executivo que também é formado por secretários escolheu o caminho mas complicado, demitindo servidores, deixando salas de aula sem professor provocando uma grave crise econômica e política. O governo que diz valorizar tanto nossa gente deixando varias mulheres e homens sem emprego.

PARLAMENTO DE CAIRU ESTÁ DE PORTAS FECHADAS
Parlamento está calado em quanto o arquipélago vive toda essa vergonhosa crise, envolvendo também a oposição, muitos garantem que essa mesma oposição que ataca o governo, fez a suposta denúncia. A casa do povo se mantem de portas fechadas e sua mesa diretora plenamente muda, deixando de debater esta grave crise enquanto parlamentares de oposição fazem um verdadeiro espetáculo midiático nas redes sociais onde acusam membros do governo de criarem perfis falsos.


Outro detalhe que chama bastante atenção é o comportamento do setor de comunicação da base governista, que acredita que é plenamente possível combater tudo que está sendo divulgado pela oposição e pela própria população com uma nota de esclarecimento sem defender de maneira aguerrida a gestão que eles fazem parte colocando o foco no chefe do executivo que como todos sabem não governa de maneira solitária 

POPULAÇAO INDIGNADA - A capacidade de indignação de parte de nossa população, já é tão grande que, hoje durante o dia populares interditaram a "fronteira" entre as comunidades de Zimbo e Morro de SP onde a população aguarda a muito tempo a construção de uma estrada plenamente segura, vale lembrar que a muito tempo os parlamentares reivindicam a construção de uma estrada minimamente descente, enquanto o povo reivindica de maneira justa melhorias na infraestrutura de sua comunidade verdadeiros "sem noção"  se aproveitam da imagem de uma criança para fazer politicagem barata.

ESSE É O RETRATO DE UM GOVERNO SEM LIDERANÇA.




quinta-feira, 16 de julho de 2015

SECRETÁRIA DE SAÚDE ASSINA PROTOCOLO DE INTENSÕES COM A SANTA CASA DE VALENÇA


O Secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, assinou na manhã da última segunda-feira (13) um Protocolo de Intenções com a Santa Casa de Misericórdia de Valença, durante encontro com o provedor da instituição, Guido Araújo Magalhães Junior e com o gestor Vinícius Aderne.

O protocolo visa ampliar os valores contratualizados com a Santa Casa, garantindo ampliação e manutenção dos serviços prestados. Segundo o termo, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia vai reavaliar os valores atuais contratualizados, com foco nos serviços para gestantes de alto risco, cuidados neonatais cirúrgicos, saúde mental, além da ampliação dos serviços de cirurgia de catarata.

A proposta discutida em reunião aponta um incremento mensal de R$ 392 mil no contrato da Sesab com a Santa Casa de Valença.

Ascom/Sesab
/Valença Santa Casa/protocolo

domingo, 12 de julho de 2015

PARLAMENTAR DIEGO MEIRELES SE DEFENDE DE ACUSAÇÃO

DIEGO MEIRELES-DEM-PARLAMENTAR DE OPOSIÇÃO 
" Mais uma vez o desespero e a maldade fazem pessoas criarem perfis falsos para explicar o inexplicável! Desafio também o prefeito, a primeira dama, os secretários ou assessores da prefeitura de Cairu a fazerem essas acusações em seus perfis verdadeiros! Não querem deixar registrado essa calúnia e por isso criam perfis fake e o pior estimulando a população a compartilhar esse crime, usando até o nome do TCM uma instituição de renome! Mais uma vez ratifico, não existe nenhum processo no Tribunal de Contas e qualquer cidadão pode ir lá tirar a prova! A culpa dessa demissão em massa é verdadeiramente e totalmente do chefe do poder executivo, por despreparo e incompetência do mesmo! "

PARLAMENTAR IGOR GOMES SE DEFENDE DE ACUSAÇÃO

IGOR GOMES-PMDB-PARLAMENTAR DE OPOSIÇÃO 
Qual a diferença entre uma mentira e uma verdade? Logicamente que os fatos. É através deles que fica fácil de desmascarar as tentativas mesquinhas e irresponsáveis por parte dos medrosos que se escondem atrás de Fakes. Então, vamos aos fatos:

Primeiramente, gostaria de desafiar o prefeito Fernando Brito, sua esposa Adriana Brito, Isabela Brito, Ariana Coutinho, Rai Ramos e demais secretários e assessores à publicar em suas páginas a versão mentirosa que estão divulgado sobre o motivo das demissões, tornando assim tal publicação oficial. Caso contrário, torna-se uma denuncia vazia e despretensiosa, típica de uma pessoa que se percebe não ter habilidades e condições de assumir determinadas posições políticas. Chegam ao absurdo de relacionarem um numero de protocolo na tentativa de macular a informação, e o que é pior, usam o nome de Instituições Públicas em notícias de cunho difamatório, já que sabem que certamente as pessoas não iriam se ater a pesquisar sobre o assunto.
A demissão de mais de 400 pessoas é devido à insensibilidade do prefeito, seus secretários e novos parceiros políticos que não para de entrar na folha de pagamento da prefeitura. "

NOTA OFICIAL DA PREFEITURA DE CAIRU

PREFEITURA DE CAIRU-BAHIA
A Prefeitura Municipal de Cairu reafirma o compromisso com a gestão pública do município, o respeito à legislação e a transparência nas contratações de funcionários. Dessa forma, vem esclarecer que está cumprindo o planejamento fiscal e adequação do quadro funcional para a manutenção das obrigações legais do município, além de atender as recomendações dos órgãos de controle que determinam a admissão de funcionários através de concurso público ou processo seletivo temporário para provimento de vagas. A administração municipal de Cairu vem se esforçando para limitar-se a indicação de pessoas para ocupar exclusivamente cargos de confiança em funções comissionadas, como determina a lei (Artigo 37, parágrafo 2 da Constituição Federal), acatando assim as recomendações do Tribunal de Contas dos Municípios sobre a gestão de mão de obra no município, buscando a transparência na seleção de profissionais especializados. - Dentro desse planejamento, 400 vagas foram abertas em MAIO DE 2015, através de processo seletivo REDA, amplamente divulgado, para contratação temporária em substituição as vagas de contrato de pessoal de apoio técnico - até então sob vínculo "precário", segundo o Tribunal de Contas dos Municípios. A seleção realizada contou com quase de 2 mil inscritos e os resultados já foram publicados, estando em fase de convocação dos aprovados; - os funcionários desligados do quadro de contratados no início de JULHO 2015 poderão ser admitidos se tiverem sido aprovados no processo seletivo já realizado para as áreas da Saúde (23 vagas) e da Educação (277 vagas). Um estudo está sendo realizado para a realização de um novo processo seletivo REDA que contemple as demais áreas, ainda este ano; - o número de vagas ofertadas via processo seletivo foi maior do que o número de contratados desligados, prevendo o atendimento das demandas do município; A Prefeitura de Cairu ainda esclarece que tais mudanças já eram esperadas, uma vez que o processo seletivo REDA foi realizado com antecedência. O planejamento de Recursos Humanos do município de Cairu está sendo realizado em várias etapas e será concluído com a realização de Concurso Público, com previsão para dezembro de 2015, para provimento de todo o quadro de pessoal de todas as secretarias municipais.

NOTA TÉCNICA DA SECRETÁRIA DE SAÚDE DO ESTADO BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE SISTEMAS DE REGULAÇÃO DA ATENÇÃO À SAÚDE  

Em resposta a solicitação, temos a informar que a NUCON/SUREGS através do processo nº 5550140042950 foi formalizado a intenção de celebrar o Contrato nº 082/2014 entre o Estado da Bahia, por intermédio da Secretaria da Saúde – SESAB e a SANTA CASA DE MISERICORDIA DE VALENÇA/ visando à execução de serviços assistenciais complementares de saúde a nível hospitalar e ambulatorial aos usuários do Sistema Único De Saúde Do Estado da Bahia – SUS/BA no HOSPITAL DR. HEITOR GUEDES DE MELO. Contrato assinado em 23/10/2014 com validade de 12 meses.

O valor anual estimado para a execução do presente Contrato importa em R$ 22.185.482,64 (vinte e dois milhões, cento e oitenta e cinco mil, quatrocentos e oitenta e dois reais, sessenta e quatro centavos), conforme discriminado abaixo, e oneram recursos do Fundo Estadual de Saúde:


Programação Orçamentária
Meta Física
Orçamento (R$)
Mensal
Anual
Mensal
Anual
Pré-Fixado
Média Complexidade Ambulatorial
47.467
569.604
405.789,54
4.869.474,48
Média Complexidade Hospitalar
839
10.068
448.952,50
5.387.430,00
Centro de Parto Normal (LEITOS PPP)
70
840
80.000,00
960.000,00
SUBTOTAL DE MÉDIA COMPLEXIDADE (pré-fixado)
48.376
580.512
934.742,04
11.216.904,48
INCENTIVOS
Incentivo à Qualificação da Gestão Hospitalar (IGH)
284.801,96
3.417.623,52
INTEGRASUS
45.555,64
546.667,68
SUBTOTAL DOS INCENTIVOS
330.357,60
3.964.291,20
TOTAL (pré-fixado)
48.376
580.512
1.265.099,64
15.181.195,68
Pós-Fixado
LEITO CANGURU
137
1.643
10.950,00
131.400,00
LEITO GAR
259
3.103
56.879,17
682.550,00
LEITO UCI NEONATAL
274
3.285
39.146,25
469.755,00
Cirurgias FAEC¹
350
4.200
366.538,73
4.398.464,81
Internamentos de Média Complexidade em Ortopedia
65
776
55.505,75
666.069,00
Teto para OPME utilizados em Internamentos de Média Complexidade em Ortopedia²
95
1.140
36.957,13
443.485,56
Média Complexidade Ambulatorial (FAEC)
155
1.860
6.935,62
83.227,44
Alto Custo Ambulatorial (MAC)
118
1.416
10.777,93
129.335,16
SUBTOTAL DE ALTA E MÉDIA COMPLEXIDADE (pós-fixado)
1.452
17.422
583.690,58
7.004.286,97
TOTAL GERAL DO CONTRATO
49.828
597.934
1.848.790,22
22.185.482,64



ATENDIMENTO HOSPITALAR (INTERNAÇÃO) - MÉDIA COMPLEXIDADE

ÁREAS DE INTERNAÇÃO
Nº LEITOS
TAXA DE OCUPAÇÃO (%)
MÉDIA DE PERMANÊNCIA (DIAS)
AIH MENSAL
AIH ANUAL
Clínica Cirúrgica
40
80%
2,0
100
1.200
Clínica Obstétrica
28
80%
2,0
389
4.668
Clínica Médica
40
80%
5,0
230
2.760
Clínica Pediátrica
25
80%
5,0
120
1.440
TOTAL
133
-
-
839
10.068

ÁREAS DE INTERNAÇÃO
Nº LEITOS DE MÉDIA COMPLEXIDADE
ORÇAMENTO MENSAL (R$)
ORÇAMENTO ANUAL (R$)
Clínica Cirúrgica
40
53.510,00
642.120,00
Clínica Obstétrica
28
208.157,50
2.497.890,00
Clínica Médica
40
123.073,00
1.476.876,00
Clínica Pediátrica
25
64.212,00
770.544,00
TOTAL
133
448.952,50
5.387.430,00

ATENDIMENTO HOSPITALAR (INTERNAÇÃO) - REDE CEGONHA/CPN (pré fixado)

ESPECIALIDADE
N.º DE LEITOS
FÍSICO MENSAL
FÍSICO ANUAL
ORÇAMENTO MENSAL (R$)
ORÇAMENTO ANUAL (R$)

Clínica obstétrica
Leitos para parto de risco habitual (CPN)
5
70
840
80.000,00
960.000,00

ATENDIMENTO HOSPITALAR (INTERNAÇÃO) - REDE CEGONHA/LEITO CANGURU (pós fixado)
ESPECIALIDADE
N.º DE LEITOS
FÍSICO MENSAL
FÍSICO ANUAL
ORÇAMENTO MENSAL (R$)
ORÇAMENTO ANUAL (R$)
Clínica obstétrica
Diárias de Leitos Canguru
5
137
1.643
10.950,00
131.400,00
As diárias dos Leitos Canguru discriminados acima estão estruturados conforme normatização da Rede Cegonha (Portaria PT GM 2.448/12). O valor da diária é de R$ 80,00 com taxa de ocupação de 90% (cálculo: n.º leitos x 80,00 x 0,9 x 365).

ATENDIMENTO HOSPITALAR (INTERNAÇÃO) - REDE CEGONHA/LEITO GAR (pós fixado)
ESPECIALIDADE
N.º DE LEITOS
FÍSICO MENSAL
FÍSICO ANUAL
ORÇAMENTO MENSAL (R$)
ORÇAMENTO ANUAL (R$)
Clínica obstétrica
Diárias Leitos para gestação de alto risco
10
259
3.103
56.879,17
682.550,00
Número de novos leitos GAR X 365 dias X R$220,00 X 0,85 Onde: 0,85 corresponde a 85% de taxa de ocupação, o valor da diária é de R$220,00 (R$480,00 - R$260,00 onde R$260,00 foi o valor médio da diária de leitos das maternidades classificadas como Referência Secundária para Gestantes de Alto Risco e Referência Terciária para Gestantes de Alto Risco no país em 2010).
4.5. ATENDIMENTO HOSPITALAR (INTERNAÇÃO) - REDE CEGONHA/LEITO UCI NEONATAL (pós fixado)
ESPECIALIDADE
N.º DE LEITOS
FÍSICO MENSAL
FÍSICO ANUAL
ORÇAMENTO MENSAL (R$)
ORÇAMENTO ANUAL (R$)
Diárias Leitos de Cuidados Intermediários Neonatal (UCI)
10
274
3.285
39.146,25
469.755,00
O valor da diária de UCI utilizada foi de R$ 143,00 (diárias dos Leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) foram calculados conforme normatização da Rede Cegonha - Portaria PT GM 2.351/2011).

CIRURGIAS ELETIVAS (MÉDIA COMPLEXIDADE - FAEC)
De acordo com sua capacidade operacional, distribuídos nos  subgrupos indicados abaixo, o Hospital deverá realizar, por ano, um número de Cirurgias Eletivas no total de: 4.200, num valor mensal de R$ 366.538,73.

Relação dos Procedimentos a serem realizados dentro da Estratégia de Ampliação do Acesso aos Procedimentos Cirúrgicos Eletivos (PORTARIA Nº 1.340, DE 29 DE JUNHO DE 2012)
ESPECIALIDADE
Nº LEITOS
TAXA DE OCUPAÇÃO (%)
MÉDIA DE PERMANÊNCIA (DIAS)
AIH ANO
AIH MÊS
Clínica Cirúrgica - FAEC
15
73%
1,5
4.200
350

ATENDIMENTO HOSPITALAR (INTERNAÇÃO) - MÉDIA COMPLEXIDADE - ORTOPEDIA (pós fixada), com valor mensal de R$ 55.505,75
ESPECIALIDADE
Nº LEITOS
TAXA DE OCUPAÇÃO (%)
MÉDIA DE PERMANÊNCIA (DIAS)
AIH ANO
AIH MÊS
Cl. Cirúrgica - ORTOPEDIA
10
85%
4,0
776
65

ATENDIMENTO AMBULATORIAL: MÉDIA COMPLEXIDADE
De acordo com sua capacidade operacional, distribuídos nos  subgrupos indicados abaixo, o Hospital deverá realizar, por ano, um número de consultas especializadas e procedimentos de média complexidade no total de: 569.604
GRUPOS / ATIVIDADES
FÍSICO MENSAL
FÍSICO ANUAL
ORÇAMENTO (R$) MENSAL
ORÇAMENTO (R$) ANUAL
0201 – Coleta de Material/Biopsia
13
156
811,69
9.740,28
0202 – Diagnóstico em laboratório clínico
14.888
178.656
44.349,13
532.189,56
0203 – Diagnóstico em Anatomia Patologica e Citopatologia
1.571
18.852
45.458,15
545.497,80
0204 – Diagnóstico por radiologia
6.286
75.432
73.892,37
886.708,44
0205 – Diagnóstico por ultrassonografia
1.013
12.156
24.995,85
299.950,20
0301 – Consultas / Atendimentos / Acomp
16.322
195.864
117.260,54
1.407.126,48
0302 – Fisioterapia
5.168
62.016
27.494,56
329.934,72
0303 – Tratamentos clínicos (outras especialidades)
1.206
14.472
40.158,83
481.905,96
0401 – Pequenas cirurgias e cirurgias de pele, tecidos subcutâneo
330
3.960
5.326,42
63.917,04
0408 – Cirurgia do Sistema Osteomuscular
670
8.040
26.042,00
312.504,00
TOTAL
47.467
569.604
405.789,54
4.869.474,48

ATENDIMENTO AMBULATORIAL: MÉDIA COMPLEXIDADE - FAEC
GRUPOS / ATIVIDADES
FÍSICO MENSAL
FÍSICO ANUAL
ORÇAMENTO (R$) MENSAL
ORÇAMENTO (R$) ANUAL
020208009 - Cultura do Leite Humano (pós pasteurização)
1
12
5,62
67,44
020403018 - mamografia bilateral para rastreamento
154
1.848
6.930,00
83.160,00
TOTAL DE ATENDIMENTO AMBULATORIAL
155
1.860
6.935,62
83.227,44

ATENDIMENTO AMBULATORIAL: ALTO CUSTO
O Hospital deverá realizar um número total de procedimentos de Alto Custo (MAC): 1.416 por ano, de acordo com sua capacidade operacional, conforme tabela a seguir:

GRUPOS / ATIVIDADES
FÍSICO MENSAL
FÍSICO ANUAL
ORÇAMENTO (R$) MENSAL
ORÇAMENTO (R$) ANUAL
0204 Diagnóstico por Radiologia
35
420
1.928,50
23.142,00
0206 Diagnóstico por Tomografia
83
996
8.849,43
106.193,16
TOTAL
118
1.416
10.777,93
129.335,16


Atenciosamente,


Salvador, 07/07/2015


SANDRA PADULA
NUCON/SUREGS/SESAB